segunda-feira, 3 de maio de 2010

Manejando Bem a Palavra da Verdade: ASSEMBLÉIA DE DEUS JD. HELENA – 25 ANOS: CONTINUE A ESCREVER ESTA HISTÓRIA

 ASSEMBLÉIA DE DEUS DO JD. HELENA: UMA BREVE HISTÓRIA.

clip_image002


Por Alan g. de Sá (http://www.manejandobemapalavradaverdade.blogspot.com/)





1. TUDO COMEÇOU EM UM PEQUENO PONTO DE PREGAÇÃO
A Igreja Assembléia de Deus do Jd. Helena, carinhosamente chamada pelos irmãos de “Itaquerão”, surgiu de um ponto de pregação da Igreja da Parada XV de Novembro, Guaianazes, dirigida então pelo Pastor Domingos (José Domingos da Silva), sede situada na rua Estevam Araújo de Almeida, 252-Parada XV de Novembro.
Este ponto de pregação ficava na casa dos irmãos Norberto (in memorian) e sua esposa Maria, situada na Rua São Marçal nº21, Vila Santo Antônio tendo cultos de quarta a domingo às 19horas. Sua escola dominical era as 8:30 horas.
Segundo consta nas páginas do livro de ata, esta subcongregação foi inaugurada aos 11 de agosto de 1974, que diz:
clip_image006clip_image004
(Folha do Livro Ata com a Retrospectiva do sexto aniversário da subcongregação em 1980)

“Retrospectiva do sexto aniversário da subcongregação de V. Santo Antônio, da Assembléia de Deus, a R. São Marçal, nº21, a saber:
Esta subcongregação foi inaugurada aos 11 de agosto de 1974, sob a gestão do então dirigente da sub-sede de parada 15 de novembro, irmão Sebastião Felício dos Reis, aqui presente, tendo como seu primeiro dirigente o diácono Onésimo do Carmo, que dirigiu por seis meses.
Ao ser substiuído, passou a dirigir esta congregação o irmão Manoel de Souza, diácono; também por seis meses; Logo após passou a dirigir o irmão Mario Leme, diácono, atualmente congregando em outra congregação; logo após irmão Marino de Souza, auxiliar de escala, por seis meses; logo após passou ao irmão Jaime pereira dos Santos, que passou 12 meses, atualmente se encontra no Mato Grosso; em seguida passou ao irmão Manoel pires, presbítero, que passou por este trabalho por sete meses; em seguida passou ao irmão Benedito ribeiro dos santos, presbítero, que permaneceu por 11 meses, tendo tomado posse na gestão do irmão Manoel Gomes, então dirigente em 15 de Novembro; passando novamente, por apenas dois meses, ao irmão Manoel Pires, para, por fim, voltar e estar à frente deste trabalho o atual dirigente, irmão Manoel de Souza, diácono, desde o dia 4 de maio do corrente ano, sempre contando, desde os primeiros dias, com a cooperação de todos os amados irmãos e os seguintes obreiros cooperadores
Diácono Antônio Alves dos Santos
Diácono Antônio Sobrinho
Aux de escala José Lino do Nascimento
Auxiliar de trabalho José Sebastião Araújo-Tesoureiro
Raimundo Pereira dos Santos-Grupo
Gilmar José Martins – Sec. Grupo.”
Quando lemos os relatos dos cultos ocorridos neste ponto de pregação, é possível sentir o fervor, sinceridade e zelo de nossos primeiros irmãos. Com certeza, muitos não sabiam, mas Deus através deste pequeno trabalho do ponto de vista humano, direcionava as coisas para a consumação desta obra que vemos hoje em Jd. Helena.
Podemos perceber este zelo, vendo alguns dos relatos feitos pelos nossos irmãos, do que acontecia durante os cultos no ponto de pregação. Graças ao cuidado de nossos primeiros irmãos de manterem registrados os acontecimentos, hoje podemos ter idéia de como era a vida e a movimentação destes servos de Cristo, bem como nos possibilita ver o Senhor Jesus Cristo agindo em meio ao seu povo, conduzindo Sua obra salvando almas.
Percebemos lendo, por exemplo, a “ata de número 1” referente ao mês de Maio de 1980, que diz:
clip_image008clip_image010
(frente e verso da página do livro ata da subcongregação Vila Santo Antônio)



“Ata de Número 1. Referente ao mês de Maio de 1980.
Igreja Evangélica Assembléia de Deus
Sub Congregação de Parada XV de Novembro em Guaianazes
Cito à rua São Marçal nº 21 Vila santo Antônio, Guaianazes São Paulo-SP.
“No dia 4 de maio de 1980 às 19:30s deu-se o culto em que o irmão presbítero Manoel Pires deixava de dirigir essa congregação para auxiliar o pastor na sede, em parada XV de Novembro, sendo que na mesma oportunidade o irmão diácono Manoel de Souza tomava posse como dirigente destasub congregação, sendo seus auxiliares: auxiliar de escala Antônio Sobrinho e José Lino do Nascimento e o nosso irmão diácono Antônio Alves dos Santos.
Ainda na festa do dia 4 de maio temos a relatar: Quando o nosso prezado irmão Jaime Pereira da Silva ex-coperador dessa subcongregação e atualmente na I. E. A. D. em nhioaque-MS fez o apelo, três pessoas levantaram suas mãos em sinal de aceitação sendo elas
-Vera Lúcia Donizete Faustina
- Neide de Oliveira
- Marta Faustina Ramos.
No dia 18 de maio foi tratado a comissão de visitas sendo que o nosso irmão auxiliar Antônio Sobrinho foi escalado como responsável pela comissão de visitas e seus cooperadores José Sebastião de Araújo, José Lino do Nascimento, Manoel de Souza. Raimundo Pereira dos Santos.
No mesmo dia 18 foi feita à irmã , uma visita, Cleunice da Silva Santos, que vivia um pouco afastada da Igreja, a qual se reconciliou, e para honra e glória do Senhor Jesus, está alegre no nosso meio. Nesta visita foram distribuídos 100 folhetos.
Dia 25 de maio foi feita uma visita na casa do irmão José Raimundo onde foram distribuídos mais 173 folhetos.
Não havendo mais nada a registrar eu, secretário Rubens Fomes Ferreira agradecendo a todos que estão cooperando no trabalho do Senhor e lembrando mais uma vez que nunca é vão o nosso trabalho no Senhor, lavrarei a presente Ata que depois de lida, discutida e aprovada, será assinada por mim e demais membros aqui presentes.
São Paulo, 31 de Maio de 1980.
ENCERRAMENTO DOS CULTOS NO PONTO DE PREGAÇÃO
O último registro antes da transferência para a igreja do Jd. Helena é de 31 de agosto de 1984, como podemos ver neste relato:
“Ata de encerramento”
Igreja Evangélica Ass. De Deus
Rua São Marçal nº 21-Vila Santo Antônio

Por determinação do Pastor Presidente Lupércio Vergniano
Todos os trabalhos Realizados nesta congregação supra citada, ficam encerrados e esta congregação passará a Congregar na Nova Igreja Cito
A Av. Prof. Osvaldo de Oliveira nº 502
Igreja esta construída pelo mesmo ministério da qual esta congregação está filiada.
Todos os móveis e pertences desta congregação foram entregues a parada XV de Novembro.
O Relatório é verdadeiro e dou fé.
São Paulo 31 de Agosto de 1984
José Lino do Nascimento
Diácono dirigente.
clip_image012
Cópia do livro ata de encerramento dos cultos da rua Marçal (31 de Agosto de 1984).

2. A CONSTRUÇÃO E INAUGURAÇÃO.

Enquanto nossos primeiros irmãos estavam encerrando as atividades naquela congregação, os seus corações estavam ansiosos pela obra que estavam vendo ser realizada, onde seria dentro em breve a futura igreja:
clip_image014clip_image016 Digitalizar0002




clip_image018Digitalizar0005 Digitalizar0008
Quando se deu a inauguração da igreja, o ponto de pregação foi fechado, e os crentes foram transferidos para a Igreja do “Itaquerão”, juntamente com vários irmãos que vieram da congregação do “Cj. José Bonifácio”, diácono Antenor e esposa e outros irmãos vindos de outras igrejas. Isso aconteceu na primeira semana do mês de setembro de 1984.
clip_image020Digitalizar0020 Digitalizar0023
Fotos da inauguração do Itaquerão-4 de Setembro de 1984.
clip_image022Digitalizar0006 Digitalizar0022
clip_image024
O primeiro pastor foi o Pr. Leopoldo Leite. O primeiro co-pastor, foi o já falecido Pr. Milton Ribeiro. Entra outros obreiros, estavam também os pastores Onésimo e Florentino, diáconos Isaías, também já falecido. Os diáconos Márcio, Lino, Gilmar, José e outros formaram com outros irmãos o primeiro corpo de obreiros local.
clip_image026
O segundo co-pastor foi o irmão Evangelista Dirceu Correia, que assumiu com a saída do Pr. Milton Ribeiro em 1985.
O terceiro co-pastor foi o Pb. Olavo Santana, que assumiu com a ida do Pr. Dirceu para Brasília. Olavo permaneceu co-pastor até 1987, quando foi substituído pelo Ev. Luis Manoel, na gestão do Pastor João Duque, que assumiu em 1986.
Em 1984 foi formado o grupo de visitas e evangelismo, liderado pelo diácono Márcio e Lino, Lionedino e Isaías, o diácono Irineu Primo e esposa Marina.
O Diácono Juvercino cedeu sua casa na cidade Tiradentes, de onde surgiu a Congregação da Cidade Tiradentes, na liderança do Pr. Leopoldo e a equipe acima citada fizeram vários cultos ao ar livre:
1º Maestro da banda: Irmão Edvaldo
1º Dirigente do Coral: Irmão José Sobrinho (Jô)
1ª Dirigente círculo de oração: Irmã Santa
1º Dirigente das crianças: Jovem telma.
1º Líder da Mocidade: José Sobrinho (Jô)
1º Tesoureiro: João Blois.
1º Secretário: Dc. Antenor.
NO ANO DE 1993 ACONTECERAM OS PRIMEIROS CONGRESSOS:
PRIMEIRO CONGRESSO DOS ADOLESCENTES 1993 (FOTOS ENVIADAS PELA IRMÃ IVANILSE)
primeirocongressodos adolescentes4 primeiro congresso dos adolescent5es935 Primeiro Congresso dos Adolescentes931 Primeiro Congresso dos Adolescentes932 primeiro congresso dos adolescentes933 primeiro congresso dos adolescentes 936 primeiro congresso dos adolescentes 937 primeiro congresso dos adolescentes 938 primeiro congresso dos adolescentes 939 primeiro congresso dos adolescentes ir vanilse
CONGRESSO DA MOCIDADE 1993 ENVIADAS PELA IRMÃ IVANILSE
Shirley Carvalhães já cantou no Itaquerão!
shirley no Itaquerão em 1993 Rodrigo no Congresso da mocidade de 1993 Grande é Jeová Shirley Cravalhaes 1993
clip_image030clip_image028
Pastor Leopoldo e obreiros.

O grupo de evangelismo e visitas com o apoio da igreja, realizou muitos cultos na praça, com o apoio e a presença do Pastor Leopoldo e do Pb. Roberto Araújo que emprestava o som. Cultos mensais eram realizados na Praça Brasil, onde muitas almas se decidiram a Cristo, entre eles: Pr. Osmar, Pb. Ivanildo e outros.
Em 1990 foi iniciado os “Cultos de Libertação”, que era toda sexta-feira, com o Pb. Márcio e Pb. Olavo. Depois, foi dada continuidade com o Dc. Ivanildo e Irmã Dolores e seu esposo. O culto de libertação, trabalho de visitas e evangelismo eram integrados.
O Pb. Márcio hoje é Pastor de Itaquera. Dirigiu o trabalho de evangelismo de 1985 a 2001, juntamente com vários irmãos: Pb. Jair e sua esposa, irmã Maria, Dc. Wagner, Dc. Evandi, Adão, Isaías, Joana, Elias, João Amorim e outros.
PR. JOÃO DUQUE
Pr. João Duque foi Pastor do itaquerão dos anos de 1996 à 15/04/2007.





































3. O ITAQUERÃO HOJE

O Itaquerão hoje possui dois pontos de pregação e três subcongregações. Tem cerca de 800 membros que congregam, sendo em torno de 500 membros cadastrados na secretaria da igreja.
Veja este relato do início do ponto de pregação na Vila Carmozina:
Ponto da Vila Carmozina.
Este ponto de pregação é na casa da irmã mais idosa do Itaquerão, que nasceu em 01/1911,no Rio Grande do Sul, Irmã Maria Rodrigues.
Por determinação do Pr. João Duque, dirigente da Igreja Assembléia de Deus em jardim Helena iniciou-se no dia 19/08/97, culto no lar dos membros desta igreja Ir. Euclides e Ir. Maria Rodrigues, situada na estrada Morro dos Olhos d’água nº 108. Sendo responsável por este trabalho o Pb. Jair e o Dc. Benício. No dia 19/08, dia que foi realizado o culto estavam presentes 12 pessoas.
Foi lido como palavra oficial o Salmo 23 e foram cantados os hinos 243,15 e 71. Em seguida, foi passada a oportunidade para os donos da casa. O Sr. Euclides leu o texto que se encontra em II Co 5.17 e a Irmã Maria leu o Salmo 122.
O Dc. Benício, juntamente com sua esposa Ir. Márcia, teve uma oportunidade, onde contaram seus testemunhos e o Pb. Jair pregou no texto que foi lido como palavra oficial.
Até a presente data são estes os obreiros que já estiveram na frente deste trabalho:
Pb. Jair e sua esposa Ir. Maria Ferreira
Dc. Benício e sua esposa Ir. Márcia
Pb. João Amorim e sua esposa Ir. Tereza
Pb. Manoel Messias e sua esposa Ir. Cleuza





4. ENTREVISTA COM O ATUAL PASTOR DO ITAQUERÃO: Pr. NATANAEL P. OLIVEIRA.



A Paz do Senhor!
1-Qual é a sua idade? e como se deu sua conversão a Jesus Cristo?
R-44 anos. Sou nascido em berço evangélico, batizado aos 16 anos por decisão própria.
2-Como foi o início do seu ministério? Houve muitas dificuldades?
R -Comecei dando aula na EBD, porém já trabalhava com música, regendo orquestra e coral, quando fui separado para auxiliar, e como diácono assumi a primeira congregação.
Todo inicio de ministério existe dificuldade, tanto pelo novo como pela inexperiência.
3-Existe alguma experiência ministerial que te marcou muito? Pode descrevê-la?
R- O ministério vai se constituindo pelas experiências que vivenciamos, e sempre existem aquelas que marcam mais a nossa vida. Tive um pastor que ao perceber que Deus tinha um chamado em minha vida resolveu provar-me nas mais diversas situações, e isto mexeu muito com a minha forma de ser, inclusive temperamento que estava sendo moldado em meio as provações.

4-Como foi assumir a AD Jd. Helena, pode descrever a sua primeira impressão?
R- Uma alegria por ser cumprimento de promessas, porém de bastante preocupação por estar substituindo um grande homem de Deus, íntegro, honesto e profundo conhecedor da Palavra de Deus.
A impressão de chegada foi muito boa pelo fato do meu antecessor preparar muito bem a igreja para me receber em amor.

5-Como a AD Jd. Helena é vista pelas demais igrejas da regional e pela própria Igreja sede?
R- Como a maior congregação do Brás em São Paulo, e com porte de campo é uma igreja respeitada pelos pastores em redor, e reconhecida pela sua obediência,seriedade nos compromissos com Deus pela igreja sede.
6-Existe alguma coisa que o senhor como pastor não viu ainda no itaquerão que gostaria de ver, ou implantar?
R-Toda igreja seja ela grande ou pequena sempre tem algo a ser acrescentado na visão de um pastor.
Uma coisa que me inquieta muito é o fato de termos muitos membros e poucas pessoas disponíveis para serem preparadas para cuidar de famílias, hoje eu percebo as necessidades das pessoas, porém me vejo impossibilitado de suprir a todos, com o contato que se faz necessário. Eu gostaria de ver mais obreiros envolvidos com os membros da igreja com objetivo de cuidar. Se isto acontece a noticia se espalha e as famílias se encarregam de convidar outras pessoas a participar dos cultos onde é pregada a Palavra, e assim teríamos um constante crescimento da igreja com pessoas que receberiam a Cristo na certeza de que assim como aquela família que o convidou esta sendo bem cuidada a sua o seria também. Estamos trabalhando para que ao passar do tempo isto seja implantado sempre com a ajuda e direção de Deus.

7- Baseado na história desta congregação, o senhor consegue perceber alguma tendência para o futuro?
R-Paulo escreveu a Timóteo que: "nos últimos dias nós teríamos tempos difíceis", com esta passagem somos orientados a nos submetermos constantemente aos projetos de Deus, trabalhando sempre para o melhor na igreja, Eu tenho aprendido que em tempos de crise Deus sempre levanta um exército de valentes, e eu creio que este exército ja está sendo preparado para os próximos dias (futuro).
Obrigado. Deus te abençoe.

5. DEPOIMENTOS E TESTEMUNHOS DE SEUS MEMBROS, ANTIGOS E ATUAIS:
  Meu nome é  Meyre Siqueira Blois de Oliveira, sou filha de João Batista Blois e Neusa Siqueira Blois.
Ele foi tesoureiro do Itaquerão por muitos anos, ela foi secretária ou tesoureira do círculo de oracão por alguns anos, não sei a data certa,
mas vou me informar com eles, pois a muitos anos moram em Jacareí, interior de São Paulo e por isso saíram do Itaquerão, mas congregamos aí desde o início.
Hoje congrego com meu esposo Wilson da Paz de Oliveira q congregou um tempo aí tbm, na Missão Mundial Graça e Paz de Sto Amaro com o Bispo Paulo Moura a cinco anos e sou cunhada do José Pereira Sobrinho q foi regente da mocidade. Fui  secretária dos jovens, hj não me recordo o tempo correto,
mas nas atas está td registrado, modéstia parte fazia td muito bem feito, primeiro pq gosto de trabalhar na igreja e segundo pq se é pra Deus tem q ser o melhor.
Naquela época,foi muito bom trabalhar com os jovens, pois eram bem animados e unidos, então td era festa ...
Meus pais devem ter algumas fotos das Festividades do Itaquerão, vou ver o q consigo, enquanto isso, estou enviando meu depoimento e fotos, se for iteressante, para serem usados na História da Igreja.
As datas são...   1985 -   1985  -    1º congresso de jovens  20 à 23 de novembro de 1985  tema "Filhinhos!  é já a última hora"  e foi uma benção para nossas vds -     
1985 qdo fomos cooperar na Ass. de Deus de A.E. Carvalho -    8/3/86  alguns jovens e o Jú, o regente -    julho de 1987 eu era a secretária  -   1987 fomos cooperar em Itapetininga e ajudarmos no desfile  -    dezembro de 1987 fomos cooperar em Pirassununga -    28/02/1988  jovens do Itaquerão...
Vou emviar td q eu tiver do Itaquerão e o q não for útil, fika de recordação, ok?
Abraços à todos e continuem na Graça e na Paz do Senhor....


 

6. CONCLUSÃO
Este breve relato da história de nossa igreja, nos mostra que Deus, das coisas pequenas, pode fazer grandes coisas para sua glória.

Colaboraram
Pr. Márcio,
Ir. Ivanilse
Diácono Silvio
Manoel Messias
Pr. Natanael P. Oliveira
VOCÊ PODE NOS AJUDAR A ESCREVER ESTA HISTÓRIA ENVIANDO O SEU RELATO PARA NÓS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...